Irmã Rosinda encontrou a bondade de Deus na vida missionária

Vinda de uma família extremamente católica, ela sentiu o chamado do Senhor para a vida consagrada ainda muito jovem e encontrou na SSpS um novo lar; com apenas 24 anos, em 1962, proferia os primeiros votos com o objetivo de tornar o Deus Uno e Trino mais conhecido, amado e glorificado

Filha de Aloysio Weber e Verônica Vier Weber, a irmã Rosinda Weber nasceu em 28 de janeiro de 1938, na comunidade de São Miguel da Serra, município de Porto União (SC). Ela é a caçula de 10 filhos de uma família profundamente religiosa e temente a Deus. Hoje ela colabora nos serviços práticos da comunidade e acompanha o grupo dos missionários leigos do Deus Uno e Trino,.


Ainda muito jovem, a irmã Rosinda se sentiu chamada à vida religiosa e ingressou no grupo vocacional do Colégio Santos Anjos, na sua cidade natal. “Neste período, o Senhor foi tocando o meu coração e desde então tive certeza da minha vocação”, conta. A convicção fez com ela ingressasse no juvenato do Colégio Sagrado Coração de Jesus, na cidade Belo Horizonte (MG), onde participou por seis anos da candidatura.


Logo em seguida, a irmã Rosinda foi admitida como aspirante no Convento Santíssima Trindade, localizado em Santo Amaro (SP). Depois de alguns anos de formação inicial, professou os primeiros votos em 1962, ingressando oficialmente na Congregação Missionária Servas do Espírito Santo (SSpS).


Missão com crianças e idosos


As primeiras atividades da irmã Rosinda dentro da congregação foram na área da educação, já que as Missionárias Servas do Espírito Santo mantêm instituições de ensino dos níveis básico e superior em diversas cidades. Ela trabalhou no Colégio Sagrado Coração de Jesus, de Quatro Pontes (PR) e no Colégio Nossa Senhora Medianeira, em Medianeira (PR). “Nosso objetivo é ser a presença de Deus na vida das crianças e educar para a vida. O ensino que oferecemos é baseado em valores humanos e cristãos, contribuindo para a formação de pessoas conscientes e éticas”, explica.


Além disso, durante nove anos ela atuou no Lar São José, na cidade de Três Passos (RS), ajudando a cuidar dos idosos. “Por 60 anos servi ao próximo e à congregação das SSpS, com o objetivo de tornar Deus Uno e Trino mais conhecido, amado e glorificado”, resume.


Gratidão a Deus e à congregação


Irmã Rosinda revela ainda que existe uma passagem bíblica que a tem acompanhado em toda vida missionária. “O versículo que, desde a primeira vez que eu li, tem sido luz no meu caminhar está registrado no livro de Mateus (28:20): ‘Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo' '', comenta.


Ao refletir sobre os seus 60 anos de vida consagrada, o sentimento de Irmã Rosinda é de gratidão. “Mais uma vez, quero expressar gratidão a Deus pelas inúmeras graças e bênçãos recebidas Eterna gratidão à congregação que me acolheu com tanto carinho. Aos meus familiares, meu muito obrigada, pelo apoio recebido, desde que ingressei na SSpS e, que assim, pude me consagrar à vida religiosa”, conclui.




Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags