Espiritualidade da Geração Fundante: Madre Josefa


Cofundadora: Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo


Hendrina nasceu dia 28 de maio de 1852, em Issum, um lugarejo da Renânia, Alemanha. Filha mais velha entre sete irmãos. Aprendeu em sua família a ter um olhar atento e misericordioso pelos pobres e doentes. Quando pequena, sua mãe lhe pedia, muitas vezes, para que levasse pão aos pobres. Quando maior, ia cuidar dos doentes, passando a noite ao lado deles.


Muitas pessoas, de sua vizinhança, gostavam de partilhar com ela sua vida, seus problemas. Com suas palavras, presença e orações os confortava. Sua casa, aos poucos, foi se tornando um centro de Assistência Social.


Hendrina tinha uma tia religiosa franciscana que despertou nela o desejo de se tornar Irmã Religiosa, mas como havia prometido a sua mãe, no leito de morte, que cuidaria dos irmãos menores, foi adiando seu desejo de tornar-se missionária.

Seu pai, alfaiate, tinha um funcionário, Lamberto, que manifestou o desejo e ingressou na recém fundada Casa Missionária, em Steyl. A jovem Hendrina ajudou-o a preparar o enxoval. Depois de um tempo, Lamberto convidou Hendrina para conhecer a sua nova moradia, momento em que se reacendeu nela a chama da vocação missionária. Na Casa Missionária, ela encontrou duas jovens que trabalhavam na cozinha, esperando a fundação duma congregação feminina. Escreveu uma carta ao Pe. Arnaldo manifestando o seu desejo de ser missionária. Foi aceita para auxiliar na cozinha, e aí continuou a vivenciar o que já lhe era familiar em sua casa paterna: ajudar os outros, sua principal preocupação.


Quando Arnaldo, finalmente, fundou a Congregação das Missionárias Servas do Espírito Santo, ela, Hendrina, como religiosa, Madre Josefa e Madre Maria foram as responsáveis pela formação das jovens irmãs, como também as primeiras coordenadoras.


A história conta que no envio das Irmãs aos Estados Unidos, Madre Josefa queria oferecer alguma coisa de lembrança às Irmãs. Como eram muito pobres, só encontrou um lápis de carpinteiro. Ofereceu-o a elas, dizendo que não era para esquecer de Steyl. Foi um presente muito significativo. Esse lápis, anos mais tarde, voltou a Casa Mãe em Steyl, e, até hoje, está no museu da Casa Mãe.


Madre Josefa costumava fazer pequenos gestos de afeto para alegrar as Irmãs. Quando via alguém triste, ia ao pomar colher uma fruta fresquinha para oferecer àquela pessoa.


Possuía uma especial devoção ao Espírito Santo: rezava, várias vezes, ao dia, uma breve Consagração que ela mesma elaborou: “Divino Espírito Santo ao vosso amor e a vossa glorificação consagro toda a minha vida”. A devoção ao Espírito Santo, herdamos de Santo Arnaldo e das nossas primeiras Madres e, passou várias gerações e chega até nós, hoje. A Consagração ao Espírito Santo é feita mensalmente, de preferência, na 3ª segunda-feira, de cada mês.


Quando adoeceu, teve bronquite asmática, sofria de falta de ar; doença da qual não se recuperou. No momento da morte, deixou como testamento para as Irmãs: “Que a respiração da Missionária Serva do Espírito Santo seja: ´Vinde Santo Espírito´”.


Somos convidadas a rezar, muitas vezes, ao dia: “Vinde Espírito Santo”. Oração que revigora nossa vida e nossa missão.


ORAÇÃO A MADRE JOSEFA

Deus Uno e Trino, vos louvo e bendigo,

porque olhastes com amor para a vossa serva Madre Josefa,

concedendo-lhe docilidade ao Espírito Santo,

simplicidade de vida, ardor missionário

e fidelidade no seguimento de Jesus Cristo.

Concedei-me a graça, por sua intercessão,

a graça de que mais necessito: ....

Dai-me um coração missionário e comprometido

com a construção de um mundo melhor.

Amém.

Bem-aventurada Madre Josefa, fiel serva do Senhor, intercedei por mim, minha família e comunidade junto ao Deus Uno e Trino.

Pai Nosso....


Referências:

- A TAREFA MISSIONÁRIA DO BOM CORAÇÃO – Vida de Hendrina Stenmanns, Madre Josefa, SSpS; Biografia escrita por Udo Haltermann, segundo as fontes de I. Sixta Kasbauer, SSpS – I. Ortrud Stegmaier, SSpS – I. Assumpta Volppert, SSpS e Padre Pedro Jochum, SVD; Publicação: Província Brasil Sul – setembro 2014.

- SIMPLICIDADE NASCIDA DA SABEDORIA, - Publicado pela Direção Geral da congregação das Missionárias Servas do Espírito Santo – Via Cássia, 645, I-00189 ROMA, ITÁLIA – 28 DE NOVEMBRO DE 2002. Publicado para o Português – Província SSPS – Brasil Sul.





Ir. Matilde Sacardo, Missionária Serva do Espírito Santo / Especialista em Espiritualidade







Fonte de Consulta

- A TAREFA MISSIONÁRIA DO BOM CORAÇÃO – Vida de Hendrina Stenmanns, Madre Josefa, SSpS; Biografia escrita por Udo Haltermann, segundo as fontes de I. Sixta Kasbauer, SSpS – I. Ortrud Stegmaier, SSpS – I. Assumpta Volppert, SSpS e Padre Pedro Jochum, SVD; Publicação: Província Brasil Sul – setembro 2014.

- SIMPLICIDADE NASCIDA DA SABEDORIA, - Publicado pela Direção Geral da congregação das Missionárias Servas do Espírito Santo – Via Cássia, 645, I-00189 ROMA, ITÁLIA – 28 DE NOVEMBRO DE 2002. Publicado para o Português – Província SSPS – Brasil Sul.


Posts Recentes