Chamada a servir na África, Irmã Nelsi levou o alento de Deus

Em 50 anos de vida religiosa consagrada, ela aprendeu que devemos manter o coração sempre aberto para que a semente de Deus possa germinar; nas três décadas de atuação em Gana, na África, ela viu de perto todas as dores do mundo

“É Deus quem toma a iniciativa na vida de cada vocação. Nosso coração deve ser terreno fértil para a semente crescer e germinar”, afirma a irmã Nelsi Maria Ströher. Ela nasceu no dia 01 de maio de 1942, na cidade de Alto Feliz (RS). Ao completar 50 anos de vida consagrada, a religiosa garante ter o coração cheio de alegria e gratidão pela missão que Deus a confiou.


A jornada não foi fácil e, depois de muita procura e discernimento, Irmã Nelsi descobriu a vocação na Congregação Missionária Servas do Espírito Santo (SSpS), aos 23 anos de idade. “Vocação não consiste em um projeto nosso, mas numa graça de Deus que nos chama a um programa de vida. É uma caminhada com o Senhor e para o Senhor”, define.


Ela conta que o desejo de se tornar religiosa foi recebido com alegria e entusiasmo pela família. “Foi uma grande surpresa para os meus pais e familiares, mas eles me acompanharam com muita oração, amor, carinho e me deram força e coragem nessa caminhada”, salienta. Ela ingressou no convento em Humaitá (RS) e, em 1962, proferiu os primeiros votos.


Conhecendo as dores do mundo


Aos 41 anos de idade, a Irmã Nelsi foi chamada para um novo desafio e recebeu o destino missionário para Gana, na África, onde permaneceu por 30 anos. O país é um grande exportador de ouro, diamante, manganês, bauxita e madeira; também se destaca pela produção de cacau, café, banana, batata, milho e arroz. A atividade industrial se concentra no segmento alimentício, de bebidas, de cigarros, de produtos químicos, metalúrgica e madeireira. Mesmo com uma economia tão diversificada, os problemas socioeconômicos em Gana ainda são grandes, sendo que 10% da população é subnutrida e somente 10% das casas possuem rede de esgoto. “Meu coração sempre esteve aberto e generoso para a missão. Foi um período muito gratificante, de profunda, valorosa e saudosa experiência missionária. Ao Deus Uno e Trino toda honra e glória”, salienta.


Para que Jesus seja sempre glorificado


Atualmente a Irmã Nelsi vive no Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz, localizado no município de Medianeira (PR), onde ajuda a congregação, visita os pacientes da UTI e acompanha o grupo dos missionários leigos do Deus Uno e Trino. “Tudo o que você faz como irmã missionária, faça com carinho a fim de que Jesus seja conhecido, amado e glorificado por todos”, frisa. Em todos os dias, ela expressa gratidão a Deus pela vida, vocação e missão; e à congregação pela confiança e amor.



Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags