A Origem do Dia de Finados


No segundo dia de novembro, pessoas de todo o país costumam visitar os cemitérios e prestar lembranças. Anualmente, os visitantes levam flores aos finados. Nesta data, em todo o país, também são celebradas missas em memória dos falecidos.


Embora seja um dia importante dentro da Igreja Católica, não é somente ela que relembra a alma dos mortos. Essa é uma data simbólica em várias culturas do mundo.


Oficialmente, o Dia de Finados foi incluído na liturgia (sequência de ritos da Igreja Católica) no século 13, pelo Monge Beneditino Odilon de Cluny, na França. O religioso notou que nem todos os mortos eram lembrados nas orações dos fiéis e, então, ele começou a pregar em benefício dessas almas.Esta comemoração já se faz presente no mundo há muito tempo, pois foi no ano de 998 D.C. que o monge Odílio decretou que todos os monges do Mosteiro Beneditino de Cluny, localizado na França, rezassem pela alma dos mortos, independente de qualquer religião, e assim era feito.


Após ter acontecido este decreto na França, na Itália o Papa da época também fez esta determinação, quatro séculos depois da França, ou seja, no ano de 1938 D. C., todos os padres da Igreja Católica no dia 02 de novembro iriam fazer suas orações direcionados para os mortos, assim tendo que seguir em todos os países que praticasse a religião Católica.


Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Wix Facebook page
  • email
  • whats

Seguir

Envie mensagens ou pedidos de oração

Entre em contato

 

Irmãs Missionárias

Servas do Espirito Santo

(42) 3226-4091

sebprovsul@gmail.com

brs.com@worldssps.org

© 2017 por MSSpS.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • whats
  • email