Seguir

Envie mensagens ou pedidos de oração

Entre em contato

 

Irmãs Missionárias

Servas do Espirito Santo

(42) 3226-4091

sebprovsul@gmail.com

brs.com@worldssps.org

© 2017 por MSSpS.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Wix Facebook page
  • whats
  • email

MISSIONÁRIAS E MISSIONÁRIOS LEIGOS DE DEUS UNO E TRINO

Santo Arnaldo e os Leigos

A presença e a participação de leigos e leigas nas Congregações fundadas por Santo Arnaldo Janssen vêm desde o início de sua obra missionária, em Steyl, na Holanda, onde tudo começou:

  • Em 1875, com a fundação da Sociedade do Verbo Divino (SVD);

  • Em 1889, com a Congregação das Missionárias Servas do Espírito Santo (SSpS);

  • Em 1896, com a Congregação das Servas do Espírito Santo da Adoração Perpétua (SSpSAP).

 

Santo Arnaldo, em sua relação com os leigos e leigas, descobriu um amplo campo de ação. Quando ainda era professor de matemática e ciências, em Bocholt, na Alemanha, foi nomeado Diretor Diocesano do Apostolado da Oração. Visitava as paróquias durante suas férias, distribuindo o boletim “O Pequeno Mensageiro do Coração de Jesus”. Sentindo a importância desse apostolado para a vida de fé dos cristãos, Santo Arnaldo decidiu dedicar-se inteiramente à propagação da devoção ao Sagrado Coração e, para isso, renunciou ao seu cargo de professor.

Para dar início à sua obra missionária, Santo Arnaldo contou com a ajuda financeira e o apoio de muitos leigos e leigas, especialmente por intermédio dos boletins que publicava. Depois da fundação da Congregação do Verbo Divino, preocupou-se e ocupou-se com a formação dos leigos com grande ênfase. Prova disso foi a abertura da casa missionária para a prática de retiros ou exercícios espirituais que eram dados não apenas aos candidatos ao sacerdócio, mas também para leigos casados que buscavam formação e orientação.

Com a fundação das Missionárias Servas do Espírito Santo, esta atividade de formação espiritual foi ampliada também para as mulheres. As crônicas das Irmãs contam que elas deixavam seus quartos e iam dormir no sótão para que as leigas tivessem onde ficar.

Por intermédio das publicações e dos exercícios espirituais, Santo Arnaldo foi despertando nos leigos e leigas sua responsabilidade missionária e, aos poucos, muitos deles foram se identificando com a espiritualidade e carisma missionário nos diversos campos de missão das três Congregações.

Surgimento das Associações Leigas

Em 1921, pessoas amigas das irmãs começaram a Liga Auxiliar do Espírito Santo com o objetivo de conhecer e viver a Espiritualidade das Missionárias Servas do Espírito Santo.

Em 1957, outro grupo fundou a com uma finalidade mais social: conhecer melhor a obra missionária para contribuir no aspecto material e financeiro.

Em 1978, as duas associações se fundiram, dando origem à tentando unir a espiritualidade com a ação social. A AMES se desenvolveu em muitos países, adaptando-se à realidade e necessidades concretas de cada local. De modo geral, era ligada às irmãs SSpS, procurava difundir a devoção ao Espírito Santo e despertar o entusiasmo e compromisso dos associados pela missão.

Em setembro de 1990, membros da AMES de diferentes países se reuniram em Nemi, Itália, para a Primeira Assembléia Internacional da AMES. Nela se fez uma avaliação da caminhada histórica e revisão dos objetivos e identidade da associação, traçando pistas para o futuro. Nessa assembléia decidiram chamarem-se Missionários Leigos do Deus Uno e Trino. Os principais motivos para esta mudança foram os seguintes:

  • PERTENÇA: O desejo dos membros da AMES era pertencer de fato à grande família de Arnaldo Janssen – não só estar ligado às SSpS – mas ser um quarto ramo, ao lado das três Congregações Religiosas. Assim, pertencendo à Família Arnaldina, partilhar e viver a Espiritualidade Trinitária, bem como participar do seu Carisma Missionário.

  • NOME: “Missionários Leigos de Deus Uno e Trino” tem a ver com a Espiritualidade Trinitária e com o Carisma Missionário. Também os leigos e leigas são chamados e enviados a tornar o amor de Deus Uno e Trino conhecido, amado e glorificado por todas as pessoas.

 

No final da assembléia os participantes elaboraram um documento dando elementos para a definição de sua visão, identidade e missão.Também recomendaram o estudo e aprofundamento da Espiritualidade e Carisma da Família Arnaldina, bem como a clarificação dos objetivos e identidade da nova organização leiga. (fonte: subsídios de estudo dos Missionários Leigos de Deus Uno e Trino Nº 01)

 

“Viva Deus Uno e Trino

em nossos Corações

e nos Corações de todas as Pessoas”

Santo Arnaldo Janssen

 

Se você quer fazer parte da Família Arnaldina, tendo uma espiritualidade que norteie sua vida e missão, entre em contacto conosco pelos telefones: 

  • Irmã Matilde W. Sacardo - 55 8152-3877 (TIM) Três Passos/RS

  • Irmã Heloíse Matos - 31 97519-7785 (TIM) Belo Horizonte/MG

  • Irmã Marta Maria Arnhold  - 42 3522-4648  Canoas/RS

  • Irmã Maria Cristina Krupek - 69 3521-2362 Jaru/RO